Mensageiro de Jesus

Arquivonovembro 2021

“Preparados para um Santo Natal”

Ficai atentos

Jesus, no início de sua missão, começou a convidar discípulos para ajudá-lo. Talvez o Mestre não precisasse de alguém para acompanhá-lo em seu trabalho, mas Ele nos quis ensinar que devemos ter a humildade de pedir ajuda para trabalharmos em sua Messe. Edifica-nos também a prontidão de São Pedro e também Santo André, cuja festa é hoje, em aceitarem logo o convite de Jesus, para passarem a ser pescadores, não mais de peixes, mas de homens! Neste Advento, também somos chamados por Jesus a sermos pescadores de homens pelo exemplo...

“A humildade e o dom da fé”

No oratório

O Tempo do Advento é de grande importância para nós, pois nele celebramos a esperança do nascimento do Salvador e olhamos para o futuro, para sua segunda vinda. Um oficial militar, humildemente, reconhece a força divina de Cristo e vai perdir-lhe a salvação de seu empregado. É um oficial, mas preocupa-se com seus subalternos, por isso quer vê-lo bem e pede ajuda ao Senhor. É interessante e importante reconhecer sua humildade, pois, tendo uma posição de destaque, não se aproveita dessa realidade, para exigir, ou algo semelhante...

“Senhor, meu Deus, a vós elevo a minha alma”

Com óculos

Mostrai-me, ó Senhor, vossos caminhos, e fazei-me conhecer a vossa estrada! Vossa verdade me oriente e me conduza, porque sois o Deus da minha salvação! O Senhor é piedade e retidão, e reconduz ao bom caminho os pecadores. Ele dirige os humildes na justiça, e aos pobres ele ensina o seu caminho. Verdade e amor são os caminhos do Senhor, para quem guarda sua Aliança e seus preceitos. O Senhor se torna íntimo aos que o temem, e lhes dá a conhecer sua Aliança. (Samo 24)

“Rejeitado pela sociedade”

Jesus na mesa

Hoje é o primeiro Domingo do Advento e inicia-se o Ano Litúrgico. É um tempo de expectativa pela chegada do Nosso Salvador. Os paramentos dos sacerdotes, ao celebrar a Missa, são da cor roxa, significando a penitência e a mudança de comportamento. Porque? A história mostra que quando Jesus veio ao mundo, ninguém quis abrir a porta da casa para acolher Nossa Senhora, que estava nos últimos dias de gravidez. Assim, Jesus acabou nascendo numa estrebaria, rejeitado pela sociedade. Será que a sociedade atual também não o rejeita? Hoje...

“Maria, mãe do Menino Jesus”

No colo da Mãe

Bendita sois, Virgem Maria, que em vós trouxestes o criador do mundo. Gerastes aquele que vos fez e permaneceis Virgem para sempre. Maria é modelo de vida cristã e de cumprimento da vontade de Deus. Ela também nos ensina como devemos estar atentos aos sinais de Deus e alegres com as surpresas divinas em nossa vida. Quem ama e deseja cumprir o que Deus espera de nós, estará sempre vigilante. Maria é a Mulher vigilante, e, por isso, respondeu com generosidade ao chamado de Deus. Façamos também a mesma coisa. (Lc 21, 34-36) “Monge”

“Atentos e fiéis ao Evangelho”

Lá em baixo

Tendo falado da destruição de Jerusalém, Jesus disse do tempo entre a sua morte e glorificação, e o final dos tempos da humanidade. Na linguagem tradicional que falava do fim do mundo, ele apresentou vários indícios de sua vinda gloriosa. Mas o que devemos fazer? Ficarmos aflitos e preocupados? Não! Cabe a nós estarmos atentos e fiéis ao Evangelho, vivendo seu ensinamento; assim não seremos surpreendidos pelo fim de nosso tempo. De nossa parte, devemos abrir o coração e acolher o ensinamento do Senhor como dádiva para todos...

“Monge o Milionário de Jesus”

Com o Evangelho

Jesus é o sentido absoluto de minha vida e de minhas decisões. Por isso, estar com o livro de minha história em uma das mãos e o Evangelho em outra, me faz viver o projeto de Cristo aqui e agora. Procuro fazer a minha parte, pois se deixar de fazê-la, é certo que tardarei a chegada definitiva do Reino de Deus.