Mensageiro de Jesus

A verdadeira liberdade!

 

Na cruzSe assim deve ser, o Deus a quem servimos pode nos livrar da fornalha ardente e mesmo, ó rei, de tua mão. E mesmo que não o fizesse, saibas, ó rei, que nós não renderemos culto algum a teus deuses e que nós não adoraremos a estátua de ouro que fizestes. (Daniel 3,14-24)

Os três jovens dão testemunho do designo divino. Deus está sempre presente, mesmo que a nós pareça não estar, pois, em Jesus, Ele firmou em nós a vida, a liberdade e a paz.

Quanto vale sua fé? Que preço você pagaria por ela? O que faria sua fé em Jesus vacilar? No dia a dia deparamos com situações que exigem de nós respostas que podem confirmar ou negar a nossa fé em Jesus. E nossa resposta será de acordo com a fé que temos.

É interessante que às vezes o resultado da decisão de assumir um compromisso de seguir a Deus e fazer sua vontade é totalmente inesperado. Às vezes, tudo vai bem: Deus abençoa e as portas se abrem. Mas e quando a situação é oposta? Tomamos uma decisão ao lado de Cristo e os problemas começam a aumentar a cada dia, em vez de diminuir. Somos tentados até pensar que estávamos melhores sem Deus. Sadraque, Mesaque e Abedenego estavam numa situação péssima, justamente por causa da sua fé. Resolveram ficar fiéis a Deus e não adorar a estátua que o rei mandara fazer. Qual foi a resposta por sua fé? Foram literalmente jogados no fogo. Mas espere um pouco: eles não deveriam ter sido elogiados pelos demais pela sua postura e pela convicção de sua fé, por fazerem o que era correto? E mesmo que ninguém os elogiasse, será que Deus não deveria livrá-los da fornalha? Afinal estavam nessa situação por serem fiéis a Ele. No entanto, os três homens não questionaram a situação. Sua fé no Deus supremo era algo inquestionável, nem que fossem morrer por causa disso. Para eles, não importava o resultado.

Por isso, ao sofrer por causa da sua fé, não desanime nem desista. É a sua oportunidade de mostrar que sua fé e seu Deus são muito mais importantes para você do que seu próprio conforto e bem estar. Tenha certeza que Deus pode reverter à situação, assim como fez na vida desses três amigos.

Se muitas coisas querem nos seduzir e também nos escravizar, só na verdade de Cristo encontraremos a paz e a liberdade verdadeiras. Quem as experimenta não as abandona jamais. (João 8, 31-42).

Há pessoas que buscam uma liberdade sem fronteiras e até mesmo sem Deus. Elas acreditam que um cristão autêntico é aquele que não pode fazer quase nada, mas na verdade a única “perda” na vida cristã é a da “liberdade” de praticar o que é mau ou errado. O apóstolo Paulo afirmou que: “Tudo me é permitido, mas nem tudo me convém. Tudo me é permitido, mas eu não deixarei que nada me domine” (1Co 6.12). Logo se vê que não existe liberdade sem disciplina. O apóstolo Pedro alertou: “Vivam como pessoas livres, mas não usem a liberdade como desculpa para fazer o mal”(1Pe 2.16). Quem em sua vida semear a semente da corrupção, da imoralidade, da sensualidade, enfim, da incredulidade, há de colher o fruto da devassidão, da violência, da morte.

O ser humano, por mais que insista em se manter livre, precisa confessar que necessita de ajuda para que possa ser realmente livre. O homem precisa submeter-se à lei da graça, conhecer a verdade do Evangelho e esta o libertará da escravidão do pecado. Só é livre que tem o poder de dizer não ao erro.    

Sobre o autor Visualizar todos os posts Autor website

Reinaldo

Reinaldo

O idealizador deste site quer que seus leitores recebam um precioso recado de Jesus, que os orienta sobre a melhor maneira de pensar, agir e viver.

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado *