Mensageiro de Jesus

Acolhidos por Deus!

 

SangrandoProcurei o Senhor e ele me atendeu, livrou-me de todos os temores. Provai e vede como o Senhor é bom, feliz o homem que se refugia junto dele. (Salmo 33, 5.9)

O salmista diz que Deus o acolheu e o livrou de todos os temores. Ele estava refugiado e em grande aperto quando experimentou o amparo e socorro de Deus. E nós, podemos realmente experimentar essa acolhida divina e real em nossa vida, hoje?

Se formos sinceros, reconheceremos que sempre chegamos diante de Deus em pecado, que nada mais é do que tudo o que nos afasta do próprio Deus. Caímos e erramos de muitas maneiras todos os dias e, quando vamos falar com Deus, não é possível esconder d’Ele nada disso. Mas aí é que está o fato tão surpreendente: a despeito de termos falhado, ofendido e entristecido o coração de Deus, se o buscarmos com o coração sincero e arrependido Ele nos acolhe; somos recebidos de braços abertos. E por que Ele age assim?

O Pai nos acolhe por causa da sua graça derramada a favor de nós em seu Filho, Jesus Cristo! Graça é favor imerecido. Algo como você ter uma dívida impagável e alguém simplesmente quitá-la por você. Pois na cruz somos acolhidos de braços abertos pelo Filho, que se entregou por nós, e pela graça do Pai, que pagou em seu único Filho a nossa dívida.

Isso significa que hoje, pela fé em Cristo, no que Ele fez a nosso favor, você e eu fomos e podemos ser acolhidos sempre. Ele não nos lança fora nem nos rejeita! Por isso Ele é o Pão que dá vida ao mundo. Ele tem o perdão, a salvação, o socorro, a paz, toda a força e graça de que precisamos para viver uma vida nova, a vida eterna que só Ele dá. Se você crer, experimentará.

Neste domingo da Ressurreição do Senhor, o convite é para deixar o coração arder de amor por Jesus. Os discípulos de Emaús estavam tristes e abatidos, decepcionados e machucados, porque a desesperança tomara conta dos seus corações. No caminho, o Ressuscitado aparece e ele próprio explica as Escrituras e abre os olhos dos discípulos para a nova experiência de fé. Os olhos para ver Cristo, agora, chamam-se fé; sem ela é impossível acolher o dom do Ressuscitado. Que o Senhor nos alcance nos caminhos das nossas dúvidas e angústias e nos motive a voltar a “Jerusalém” da presença d’Ele em nós. Na Eucaristia, o Ressuscitado está no meio de nós, sempre! Aleluia! Aleluia!

                                                  Uma feliz Páscoa a todos!!!

 

Sobre o autor Visualizar todos os posts Autor website

Reinaldo

Reinaldo

O idealizador deste site quer que seus leitores recebam um precioso recado de Jesus, que os orienta sobre a melhor maneira de pensar, agir e viver.

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado *