Mensageiro de Jesus

Jesus e a nova justiça

 

 

nova leiNesta leitura, nós vemos que aquele povo foi conduzido por Deus durante décadas em sua peregrinação pelo deserto. Os israelitas foram libertos da escravidão do Egito de um modo extraordinário, presenciaram milagres diariamente, como o maná, alimento dado por Deus, e a nuvem ou coluna de fogo que os guiava e também a punição divina quando ocorriam rebeliões. Receberam leis especiais, cujo cumprimento os tornaria também especiais. Este era o objetivo de Deus: formar um povo santo, diferente dos outros povos. Estes perceberiam que a obediência às leis divinas tornava os israelitas sábios. Mandamentos tão justos e bons mostravam que Deus estava próximo e se importava com seus filhos. ( Dt 4, 1. 5-9 )

A religião, se não compreendida, pode escravizar o ser humano. Por trás de todas as práticas religiosas deve-se descobrir a essência, algo grandioso, que oferece generosidade e abertura de coração. Nesse modo que Jesus ensina a entender a religião, teremos, na prática do bem, a felicidade garantida.  ( Mt 5, 17-19 )

 Jesus nos diz que não veio para mudar a lei e sim, para aperfeiçoá-la. Ele quer nos dizer, que a vida só tem sentido quando nós amamos de verdade. Amar verdadeiramente é sentir-se feliz ao fazer tudo para que o outro seja feliz. Praticar o amor é um exercício diário e que nos revitaliza.

É da natureza humana agir como professores e indicar aos outros o que precisa ser feito, como devem agir. Mas todo ensinamento sem exemplos é vazio. Um aluno não aprende só com as palavras. Ele precisa perceber o exemplo, a prática daqueles ensinamentos por quem os indica.

Aquele que pratica o amor será grande no Reino dos Céus. Jesus nos amou até o fim para que pudéssemos ser felizes. Mais que qualquer retórica ou frase de efeito, está aí o segredo da felicidade.

Todos nós ouvimos relatos de gente que passa a dedicar parte de seu tempo a atividades com doentes em hospitais, em abrigos ou asilos. Todas essas pessoas parecem dizer a mesma coisa: o amor dedicado aos outros as realiza. Experimente isso, nem precisa ir longe. No trabalho, em casa, com amigos e, claro, com todos aqueles que precisam.  Esse foi o exemplo deixado por Cristo para que pudéssemos seguir o Caminho.

Que a nossa vida com Deus sirva de exemplo para os outros: para quem vive sem Deus, que desperte o desejo de conhecê-lo; para os outros cristãos, que sirva de encorajamento. Enfim, que a nossa dedicação a Deus faça a luz de Cristo brilhar e alcance quem está nas trevas!      

Sobre o autor Visualizar todos os posts Autor website

Reinaldo

Reinaldo

O idealizador deste site quer que seus leitores recebam um precioso recado de Jesus, que os orienta sobre a melhor maneira de pensar, agir e viver.

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado *