Mensageiro de Jesus

OS MÉRITOS SÃO DO SENHOR!

O coração de Deus

“Guarda-te de esquecer o Senhor, teu Deus, negligenciando a observância de suas ordens, seus preceitos e suas leis que hoje te prescrevo. Não suceda que, depois de teres comido à saciedade, de teres construído e habitado formosas casas, de teres visto multiplicar-se teus bois e tuas ovelhas, e aumentar a tua prata, o teu ouro e o teu bem, o teu coração se eleve, e te esqueças do Senhor, teu Deus, que te tirou do Egito, da casa da servidão. Foi ele o teu guia neste vasto e terrível deserto, cheio de serpentes ardentes e escorpiões, terra árida e sem água, onde fez jorrar para ti água do rochedo duríssimo; foi ele quem te alimentou no deserto com um maná desconhecido teus pais, para humilhar-te e provar-te, afim de te fazer o bem depois disso. Não digas no teu coração: A minha força e o vigor do meu braço adquiriram-me todos esses bens”. (Dt 8. 11-17)

Parece que o ser humano tem uma grande inclinação para se esquecer de Deus. Muitos não se lembram mais d’Ele após ter comido de tudo e estar com a barriga cheia, realizar o sonho da casa própria ou comprar um bom carro, ter conseguido passar no vestibular e concluir uma faculdade, conquistar aquele emprego tão desejado e receber uma promoção. Para tais pessoas, quando já possuem um excelente plano de saúde e uma boa quantia de dinheiro no banco, Deus deixou de ser necessário e não há mais assunto para tratar com Ele. Perderam o temor a Deus e a noção do que realmente é importante. Esqueceram que Deus os guiou no meio dos desertos, dificuldades e incertezas.

Devido a esta tendência humana, expressa no Livro de Deuteronômio, precisamos tomar cuidados para não pensarmos que somos muito fortes, muito bons. Jamais digamos: Eu sozinho consegui isso! Essa afirmação é uma grande tolice. Quem foi que criou a vida, permitiu que nascêssemos nos protegeu da morte em cada dia de nossa existência, nos deu forças, nos rodeou de familiares e amigos e continua a mandar sol e chuva? Ah! É claro! Todos precisam destas coisas! Mas corremos o risco de achar que não precisamos, como se fosse possível decidir nascer e sozinho vir ao mundo, decidir viver e não precisar da ajuda de ninguém, de família, de sol, de chuva, de cuidados, de Deus.

Que Deus nos livre de pensar assim! Antes digamos o quanto somos gratos por termos sidos por Ele criados, vestidos, alimentados, curados, protegidos, amparados, amados, perdoados. É Deus que fortalece as nossas mãos para que possamos trabalhar obter nosso sustento e alcançar nossos objetivos.

QUE O NOSSO SUCESSO NÃO NOS TORNE INGRATOS!

Sobre o autor Visualizar todos os posts Autor website

Reinaldo

Reinaldo

O idealizador deste site quer que seus leitores recebam um precioso recado de Jesus, que os orienta sobre a melhor maneira de pensar, agir e viver.

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado *