Mensageiro de Jesus

O amor de Deus por nós!

Nene na mao de Deus

O amor do Pai se derrama sobre nós e também sobre todos os discípulos, porque eles crêem em Jesus, o Filho enviado. Jesus apresenta sua vida contemplada sempre desde o Pai; d’Ele vem, está um tempo breve neste mundo, e agora sobe novamente para o Pai, que se converte em origem e meta gloriosa. Jesus vai sofrer a paixão, mas não se sente sozinho. Mesmo que seus discípulos o abandonem, o Pai sempre está com Ele. Conclui essas recomendações com uma exclamação de ânimo. Apesar da crueldade das tribulações padecidas, afirma: “Eu venci o mundo”. Veja em (Jo 16. 25-33)

“Pode uma mulher esquecer-se daquele que amamenta? Não ter ternura pelo fruto de suas entranhas? E mesmo que ela o esquecesse, Eu não te esqueceria nunca”. (Is 49. 15)

Com certeza, neste exato momento, muitas pessoas no mundo estão se sentindo abandonadas, solitárias em meio à multidão, esquecidas, traídas, desesperançadas, vendo o tempo passar e a vida esvair-se implacavelmente. No texto de João, Jesus anuncia que Ele mesmo também passaria por essa solidão, afirmando que seus amigos mais próximos o abandonariam. No entanto, Ele tinha certeza inabalável de que Deus, seu Pai, nunca o deixaria só.

Vemos no versículo em destaque, a mãe que amamenta o filho ilustrando a dimensão do amor de Deus por seus filhos. O amor maternal é considerado por muitas pessoas como o amor mais puro e desinteressado que existe. E Deus diz que seu amor por nós é ainda maior, pois mesmo que uma mãe abandone seu filho, Ele nunca nos abandonará.

Deus nos ama, e a expressão máxima desse amor é Jesus Cristo. O grande amor de Deus, fez com que Jesus aceitasse morrer por nós. Ele mesmo disse que ninguém tem maior amor do que aquele que dá a vida por seus amigos (Jo 15. 13). Quem neste mundo faria isso? Ao contrário, no mundo muitos matam a quem amam. É um amor egoísta, que desaparece quando deixa de trazer algum benefício e leva a abandono, traição, solidão… Mas com Deus não é assim.

Você é amado por Deus. Você já parou para pensar em como esse amor é maravilhoso e perfeito? No amor de Deus não existe medo de traição, solidão ou abandono. Pelo contrário: esse amor perfeito de Deus acaba com o medo (1João 4. 18).

Portanto, quando a sensação de solidão e abandono vier e, olhando para os lados, você não ver ninguém que te ame, olhe para cima e saiba Deus o ama com amor eterno.    

Sobre o autor Visualizar todos os posts Autor website

Reinaldo

Reinaldo

O idealizador deste site quer que seus leitores recebam um precioso recado de Jesus, que os orienta sobre a melhor maneira de pensar, agir e viver.

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado *